fbpx

Como organizar sua rotina de trabalho

A liberdade que alguns tradutores têm de organizar seus próprios horários de trabalho parece um paraíso. Poder decidir em que dias da semana trabalhar e a que horas começar e terminar o turno é ótimo, mas há detalhes importantes que quem traduz precisa levar em consideração ao definir sua rotina de descanso e trabalho.

Não falaremos sobre gerenciamento de tempo para a entrega de projetos, mas sim sobre como organizar seus dias e suas semanas de forma eficiente. Para métodos de cálculo de tempo, que fazem parte dessa organização, temos um outro guia completo* escrito por William Cassemiro.

Aqui estão algumas dicas de planejamento de sua rotina de trabalho.

Descubra suas horas de melhor desempenho

Se você é freelancer, é bem provável que não tenha horários fixos de trabalho e que possa escolher quando trabalhar. Então, essa é uma boa chance de descobrir quando você tem mais energia para isso.

Se ainda tiver dúvidas, veja se você é do time que gosta de virar a noite trabalhando ou se é dos que preferem acordar cedo e acabar tudo antes de o sol se pôr.

Além disso, quando estiver com muitos trabalhos para poucas horas do dia, é uma boa hora de testar se você prefere esticar o turno e acabar mais tarde ou terminar no horário habitual e começar mais cedo. Por exemplo, há pessoas como eu que preferem acordar às 4h da manhã do dia seguinte e dormir no horário de sempre a trabalhar até as 2h da manhã.

Esteja disponível quando seu cliente estiver

A verdade de ser autônomo não é que você não tem chefe, mas que tem vários. E apesar de a liberdade do item anterior ser ótima, você pode ter que adaptá-la por causa dos horários de seu cliente.

Mesmo que seu cliente não exija isso, tente fazer com que algumas de suas horas de trabalho coincidam com as dele. Isso é importante para conversar sobre o projeto se for necessário, em especial quando o prazo é curto e é preciso conversar quase em tempo real. Algumas vezes, o próprio cliente pode querer te dar alguma instrução e se certificar de que você a recebeu o mais rápido possível.

Isso pode ser complicado quando ao menos um de seus clientes está em um fuso horário muito diferente do seu, como os da Ásia e Oceania. Neste caso, converse com o cliente e veja se há necessidade de conversas fora do horário comum de trabalho de um de vocês ou se a conversa pode ser feita só por email e similares.

Programe seus dias da semana

A maioria das pessoas provavelmente vai escolher folgar aos fins de semana. Ainda assim, lembre-se que pode ser necessário pegar algumas horas do seu sábado ou domingo para trabalhar, e que isso pode ser um mal necessário para não se sobrecarregar durante a semana.

Leve sua vida fora do trabalho em consideração

Sua vida não é só trabalho, então leve em consideração compromissos pessoais e de estudo na hora de montar seus horários. Se você for levar uma rotina muito diferente daquela de quem mora com você, converse com essas pessoas e veja como fazer a programação funcionar para todos. Se você estuda em paralelo, defina seus horários de estudo para evitar sobreposições.

Tente dar um pouco de rigidez à sua rotina

Depois de montar sua rotina, tente segui-la o máximo possível. Ela pode e deve ser maleável, mas não elástica.

Trabalhar uma semana de madrugada, depois 15 dias no horário comercial e por fim mais uma semana de tarde e de noite em um mês pode prejudicar sua saúde mental e física. Mas começar ou acabar uma ou duas horas mais cedo ou mais tarde é humano.

Trabalhe uma quantidade de horas semanais razoável

Se matar de trabalhar não é bonito e só te trará danos no longo prazo. Planeje-se e busque o equilíbrio de tentar trabalhar a mesma quantidade de horas que a maioria das pessoas, algo de 30 a 44 horas semanais. Trabalhar mais de 60 horas toda semana não é saudável.

Por fim, entenda essas sugestões como o que elas são: sugestões. Veja como elas se encaixam em sua atual condição e adapte-as para sua realidade.


*Este guia é exclusivo para assinantes da Translators101. Se você não é assinante, inscreva-se em qualquer modalidade para ter acesso. Assinantes podem entrar em contato por email em [email protected] para solicitar uma cópia do ebook Quanto vale meu trabalho?

Deixe uma resposta