Caçando (e conquistando) clientes na tradução: algumas estratégias

Data de publicação: 03/03/2022, 11:38

 

Uma das perguntas que mais ouvimos ao longo de nossa carreira como tradutores é: como vocês prospectam clientes?

Sem dúvida, a parte mais estressante, cansativa e desencorajadora da vida é arrumar um emprego. Depois que a gente consegue, beleza! Você estudou e se preparou para isso; então, tudo se encaixa e é só subir os degraus na carreira. Mas até isso acontecer, gasta-se muito tempo e ganha-se muita frustração.

E essa resposta tem 2 caminhos a serem tomados.

Seguindo uma tendência em alta, vamos gamificar esse texto! 

Escolha a sua opção: 

1 - Quero trabalhar com agências de tradução! 

2- Quero trabalhar com clientes diretos, sem intermediários!

 

Se você escolher o caminho número 1: leia a primeira parte deste texto. 

Se você escolher o caminho número 2: leia a segunda parte deste texto. 

(Ué, você achou que ia ser diferente? 😎)

Agora é só seguir com a leitura, escolher as opções disponíveis e chegar até o final com seu passaporte para um novo emprego ou mais clientes!

 

Parte 1: O trabalho com agências de tradução

 

Trabalhar para uma agência é o primeiro caminho e o mais “seguro” (apesar de nada ser muito estável em se tratando de Brasil). Mesmo assim, não é preciso se limitar apenas a agências do Brasil; trabalhar com agências em países com moedas fortes também é uma estratégia de sucesso.

A primeira coisa a se considerar é: eu tenho um currículo atrativo? O currículo ou portfólio profissional são as ferramentas que ainda atraem os recrutadores para seus atributos e te leva para a entrevista de emprego.

Se você optar por enviar um currículo: há inúmeros modelos disponíveis no Word e na internet. Se quiser “jogar na segurança”, escolha um modelo que seja agradável de olhar, com cores discretas e frias (azul, verde e cinza, por exemplo, que passam um ar de seriedade). Mas, se quiser passar uma imagem arrojada, existem tons e combinações bem interessantes que podem atrair a atenção para o seu currículo. Não há uma “receita de bolo” a seguir; você precisa escolher como vai se apresentar ao possível cliente.

Não tem receita de bolo? Help!

 

Além disso, não exceda 2 páginas e traga informações essenciais como: seu contato, sua formação e experiência anterior. Não tem experiência anterior? Não tem problema! Pode inserir experiências onde não houve remuneração, como ter feito o abstract para um amigo, um trabalho publicado na internet ou até a participação em eventos e concursos, se você se classificou entre os finalistas ou recebeu menção honrosa. Mas deixe com um ar sério.

Dois sites legais são esses aqui: 

1) CV maker: https://www.cvmaker.pt/ 

2) Jobseeker: https://www.jobseeker.com/pt/

Não esqueça de salvar seu currículo em um formato fácil de ser aberto — como o PDF, por exemplo, um tipo de arquivo bem comum e pode ser aberto até pelo navegador do computador.

Uma boa pedida, também, é saber sobre os famosos (e modernos!) currículos visuais. A tradutora Carolina Walliter já palestrou sobre o assunto na Translators101 e tem também alguns artigos e até um e-book sobre o assunto. 

 

Link da palestra (disponível para Assinantes Premium da T101): https://translators101.com.br/app/segunda-temporada/s02e02-carolina-walliter 

Artigo “Currículos Visuais - Como usar”: https://carolinawalliter.com/pt/curriculo-visual-modo-de-usar/ 

 

Se você já é profissional, além de um currículo, é legal ter também um portfólio (um mostruário dos trabalhos que você já fez para ser visto por clientes potenciais).

Tem 2 dicas de site aqui para você montar seu portfólio online e enviar o link aos seus futuros empregadores.

  1. Squarespace: https://pt.squarespace.com/websites/criar-um-portfolio
  2. Wix: https://pt.wix.com/portfolio-online

 

E você pode ver também alguns dos nossos portfólios! Você pode organizar os trabalhos que fez e que já foram publicados em uma plataforma ou website próprio. E você pode usar a mesma ideia se trabalhou com a localização de videogames ou a tradução para legendagem de filmes e séries. 

Um exemplo é o portfólio de livros traduzidos do Ivar: www.ivar.net.br/portfolio 

E também tem o portfólio de jogos de tabuleiro nos quais a Rook participou da equipe de localização: https://rook.net.br/portfolio-localizacao/ 

 

“Ah, mas eu não traduzo livros nem nada que seja publicado para venda! Meu trabalho é com contratos, documentos, patentes, etc. que não têm essas capas maneiras — ou então, estão protegidos por contratos de sigilo! Como posso fazer um portfólio, então?”

Bem, realmente é mais complicado nesses casos, mas não impossível. Você pode optar por montar um portfólio de clientes, com os logos das empresas para as quais prestou serviços. Só não esqueça de pedir autorização para usar os logos delas antes de montar esse tipo de portfólio, está bem? 

Exemplos de portfólios de clientes: 

 

Uma vez que você esteja munido dessas 2 ferramentas, está na hora da sua COVER LETTER!

Mas o que é a cover letter? Cover letter é a mensagem dentro do corpo do e-mail que você vai escrever com todo cuidado e carinho. pois é a PRIMEIRA coisa que seu futuro empregador lê. Por isso, CAPRICHE!

Tem exemplos prontos na internet, claro que tem! Mas, muito provavelmente, o seu recrutador já viu repetidamente alguns modelos. Ouse! Crie! Use os modelos como um ponto de partida, mas faça o seu! Mostre a sua personalidade! Não esqueça que tradutores são profissionais do texto e precisam mostrar que dominam o assunto.

Ah, em tempo: Tem uma palestra com a gente para os assinantes Premium da Translators101 sobre várias áreas nas quais, como profissionais do texto, os tradutores também podem atuar. Confira em: https://translators101.com.br/app/quinta-temporada/s05e03-luciana-e-ivar 

 

Uma cover letter, ou carta de apresentação, deve ser lida em um tempo de 10 a 30 segundos. Ou seja: você tem que atrair em poucas palavras. Sendo assim: 

  1. Apresente-se e cumprimente o leitor;
  2. Mencione o cargo ou função que almeja;
  3. Construa argumentos sucintos que ligam sua formação ou experiência com a empresa em questão;
  4. Convide o leitor para baixar e ler seu currículo;
  5. Termine com um convite para entrevista, reunião ou maiores esclarecimentos. Diga que está disponível! 
  6. Agradeça e despeça-se cordialmente.
  7. Use parágrafos curtos, frases diretas e revise o conteúdo para não deixar passar nenhum erro.

 

Pronto!

Já tem seu currículo lindão, seu portfólio completinho e sua carta de apresentação? Hora de mandar bala na prospecção. 

Sua cover letter tem que causar ESSA reação. 

 

1- Abra seu navegador de internet e encontre as maiores e melhores agências de tradução do Brasil e do mundo. Os assinantes premium da Translators101 já têm metade do caminho andado: há uma lista de agências na aba de recursos aqui do site. Você pode acessá-la diretamente por este link: https://translators101.com.br/app/recursos-blog-podcast/lista-com-agencias-de-todo-o-mundo 

2- Faça  uma lista no Word ou Excel das melhores opções, de acordo com seus objetivos.

3- Comece a mandar e-mails! Separe uns 20 minutinhos por dia e anote as empresas que você já mandou e de quem já recebeu resposta, assim fica tudo organizado e arquivado.

Se você tem um perfil profissional no Linkedin, pode colocá-lo no currículo ou carta de apresentação. Não esqueça de ter certeza de que seu perfil esteja atualizado!

Agora é só aguardar as respostas e convites para testes. É sempre bom lembrar que praticamente todas as agências utilizam CAT Tools. Por isso, esteja com seu conhecimento em dia. Procure cursos e se atualize. Procure também outros cursos complementares para a sua formação como cursos de gramática, revisão e outros.

Se você decidiu seguir um outro caminho, continue para a segunda parte!

 


Parte 2: Não quero trabalhar para nenhuma agência. Quero ter meus próprios clientes!

 

Você, meu amigo ou minha amiga, tomou a decisão mais trabalhosa, mas, ao mesmo tempo, a mais livre de todas. Se decidiu ter clientes diretos, vai ter que acumular funções em sua empreitada. Porquê? Além de traduzir, você tem que alimentar suas mídias sociais, trabalhar em departamentos como o financeiro, vendas, marketing e mais uma avalanche de funções, por que é preciso seguir certos passos para captar esses clientes! 

Aqui vão algumas dicas!

 

1- Abra a sua empresa.

Quando você tem clientes (especialmente clientes GRANDES), é preciso cuidar de assuntos como tributação, notas fiscais, etc, É bom estar com tudo certinho e legalizado. Consulte um contador de sua confiança ou até empresas de contabilidade online (que fazem um preço legal) e veja quais são os passos para ficar em dia com as burocracias e pegar o seu CNPJ.

 

2- Invista em um website

Nós sempre batemos na tecla de que alguns elementos do mundo corporativo fazem MUITA diferença aos olhos do cliente.

Ter um site hoje em dia não é um investimento absurdamente caro, e há opções gratuitas (se você tiver a disposição de se sentar e aprender a criar um website e colocar conteúdo nele. Aliás, isso pode até ser uma outra área na qual você pode atuar). Aos olhos do seu cliente, um website passa credibilidade. É um porto seguro, uma fonte de informações sobre sua empresa e um lugar excelente e acessível para colocar seu(s) portfólio(s).

Algumas sugestões de “faça você mesmo” são:

  1. Wix - https://pt.wix.com/
  2. GoDaddy: https://www.godaddy.com/pt-br/sites/criador-de-sites

Se você quiser aprender um pouco mais a fundo sobre a criação de websites, recomendamos o Wordpress, que é a plataforma mais popular para a criação de sites do mundo: www.wordpress.com Estas plataformas ajudam a montar um site funcional até você ter poder de fogo para contratar um site mais profissional. 

“Mas eu TENHO que ter um site?” TER, não tem. Mas como você se sente quando pode encontrar tudo o que quer da empresa em um só lugar, com um design exclusivo, boa identidade visual e todas as informações apresentadas do seu jeito?

Além disso, agora você é empresário(a)!

 

3- Tenha um e-mail PROFISSIONAL!

Deixe uma caixa de preenchimento em seu site ou invista em um endereço de e-mail com O NOME DA SUA EMPRESA.

Além de ser mais organizado ter um e-mail profissional diferente de seu e-mail pessoal, seu cliente vai lembrar mais do nome de sua empresa e você pode ser indicado para outros clientes no futuro.

Já falamos isso em outro artigo, mas é sempre bom lembrar: POR FAVOR! Não passe um e-mail do tipo: [email protected]. Além de ser difícil de ler, seus clientes não acharão nem um pouco profissional.

 

4- Hora de prospectar. Vamos lá!

1- Abra seu navegador de internet e encontre as empresas dos nichos que você quer atender (legendagem, dublagem, agências de publicidade, editoras de livros, de jogos e etc)

2- Monte uma lista clientes a prospectar no Word ou no Excel. Este passo é parecido com o que mostramos na parte sobre trabalhar com agências de tradução, só que agora o foco são os clientes diretos.

3- Pronto! Comece a mandar e-mails! Separe uns 20 minutinhos por dia e anote as empresas para as quais você já mandou e aquelas de quem já recebeu respostas. Assim fica tudo organizado e arquivado.

4- O que tem que ter nesse e-mail:

4.1. Apresente a empresa

4.2. Fale dos serviços que sua empresa oferece;

4.3. Convide o leitor a conhecer seu trabalho e portfólio em seu site;

4.4. Convide seu futuro cliente para uma conversa (online mesmo) para explicar em detalhes o que você faz, seu diferencial, sua simpatia e esclarecer quaisquer dúvidas.

Pronto! Você já está prospectando!

E não é que funciona mesmo? 

 

 

O importante é lembrar que o futuro cliente, após receber seu e-mail convidando-o para conhecê-lo, tem que te achar facilmente online. Por isso, não esqueça: 

1- Site em dia e bonitão

2- Portfólio em dia e bem atrativo;

3- Redes sociais PROFISSIONAIS abastecidas (todas as redes sociais contam com ferramentas para a criação de páginas profissionais) 

4- Um telefone com Whatsapp para atendimento ajuda bastante;

5- Responda qualquer e-mail ou mensagem prontamente.

 

Dica extra: Você pode usar o LinkedIn para prospectar também. Assista a palestra do André Ribeiro aqui na Translators101 para saber mais detalhes: https://translators101.com.br/app/oficinas-cursos/maratona-andre-ribeiro 

Agora você já sabe tudo (ou quase tudo) sobre como captar clientes e agências. Reserve um tempo do seu dia para isso. Se organize antes para não queimar contatos, ou seja, seu futuro empregador ou cliente te “olhem” virtualmente como um amador.

Prepare-se, bom trabalho e sucesso!

 

— Ivar Jr e Luciana Boldorini, Rook tradução.