fbpx

A importância de falar “eu quero trabalhar para você” no mercado de tradução

Sua experiência com línguas, escrita e tradução amadora podem te levar longe se quiser uma carreira profissional em tradução. Mas o caminho até lá pode ser muito mais difícil se te faltar coragem para correr atrás de oportunidades.

E isso não é papo de coach quântico subversivo. Este texto não é sobre a mitológica força de vontade que tira o “impossível” do seu vocabulário e te torna uma pessoa de sucesso apenas com a mentalização constante do seu objetivo. É um texto sobre ser cara de pau.

O esforço que quem quer começar no ramo da tradução precisa fazer para encontrar trabalho é algumas vezes maior do que o de quem quer encontrar um emprego fixo. 

Você não estará procurando um chefe, mas um cliente (e no mundo ideal, um monte deles, que serão um monte de chefes.) Conseguir a contratação quando se procura um emprego fixo é sinal de fim da busca e início de uma falsa sensação de estabilidade. Conseguir uma contratação como tradutor(a) freelancer é sinal de alguns dias ou semanas de trabalho. Esses dias podem se tornar meses e anos, mas tudo isso depende se há demanda e se seu cliente gostou do seu trabalho. Até você descobrir essas duas coisas, vai precisar procurar novos clientes.

Que coragem é essa?

É preciso dizer, sem medo, que você quer trabalhar. Todos querem. E se você é iniciante, você precisa mais do que ninguém, pois são os primeiros trabalhos que abrirão as portas para trabalhos melhores e mais constantes.

É pouco provável que você consiga seus primeiros clientes esperando que alguém entre em contato com você no LinkedIn ou no Proz, então você precisa aparecer. Dentro da sua área pretendida, mande e-mail para todas as agências de tradução, vá a todos os eventos que puder, entre em todos os grupos de Facebook, LinkedIn, Whatsapp e seja lá o que for.

Tudo isso vai requerer energia. O mais comum para quem ainda não tem experiência ou indicações é receber uma resposta para cada 20 e-mails que você mandou para agências e a resposta ser um pedido de teste, não um positivo direto.

Isso já é uma conquista, mesmo que você não passe.

Caso não consiga, mande 20 e-mails para novos 20 possíveis clientes. Vá a outros eventos, seja mais ativo em grupos, faça mais contatos e aprofunde os que tem. Depois da coragem de fazer todo o processo, o segundo passo importante é a persistência de repeti-lo.

Diga aos seus colegas de sala, de trabalho, às agências, aos profissionais que conhecer em palestras e convenções, a expositores em eventos e até para quem nem sabe se precisa de tradutor.

O que dizer?

Sempre se apresente e seja educado com a pessoa com quem estiver falando.

Ao abordar o colega ou possível cliente querendo falar sobre trabalho, fale brevemente de seu histórico de trabalhos e estudos em tradução ou de conhecimentos da área relevante, se houver abertura. Se você não tem experiência com tradução, mas está abordando um cliente de petróleo e você tem um diploma na área de química, por exemplo, diga isso.

Depois, deixe claro que você está disponível para projetos nessa área. Se a pessoa demonstrar interesse, entregue seu cartão e peça o dela também.

Se a conversa for a distância, como por e-mail, deixe mais opções de contato na assinatura. 

Não force a barra

Em especial para encontros pessoalmente, evite forçar uma autopromoção se a conversa não fluir para esse lado. Se estiver em uma conversa com outros tradutores e todos estiverem falando de algo não relacionado a trabalho, converse com eles sobre o mesmo assunto e se enturme. Em algum momento eles falarão sobre isso e você terá oportunidade de contar para eles um pouco mais sobre você.

Além disso, muitas vezes o primeiro contato para conversar sobre trabalho não é o último, então não é preciso exagerar na propaganda e falar sem parar sobre o que você é ou faz. Certamente, haverá outros momentos de entrar em detalhes sobre isso se seu cliente ou colega se interessar.

Mas se arrisque e faça com que as pessoas se acostumem a ouvir seu nome por bons motivos. Seu trabalho precisa refletir tudo o que você falou em sua propaganda, então trabalhe bem e não prometa o que não pode cumprir.

Deixe uma resposta